Publicada em 30/12/2011 às 10h37. Atualizada em 10/05/2012 às 11h56

Alimentos que cuidam da pele?

Você quer garantir sua beleza? Veja como os alimentos antioxidantes podem contribuir para uma pele mais bonita.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

"Em vários alimentos existem poderosas substâncias chamadas antioxidantes que neutralizam a ação negativa dos radicais livres".

Com tantos tratamentos a laser, cosméticos, programas personalizados de atividade física nas academias, cirurgias plásticas, enfim, um arsenal à nossa disposição para prolongarmos a juventude e a beleza, não podemos esquecer a alimentação que, também, é uma grande aliada.

Existe uma substância chamada radical livre que danifica as células do nosso corpo, cuja produção deve-se ao stress a que o organismo é submetido. Além de danificar as células e levar ao envelhecimento, vários estudos científicos têm sugerido que os radicais livres participam no desenvolvimento do câncer e de outras doenças degenerativas. 

Mas não é só isso! Outras substâncias também podem estimular a sua produção. Elas são encontradas nos aditivos químicos (corantes, conservantes, emulsificantes, acidificantes), excesso de gorduras saturadas e trans ou ainda alimentos com calorias vazias, ou seja, possuem apenas calorias sem nenhum nutriente benéfico. Todas essas substâncias são encontradas em grande quantidade nos produtos industrializados de uma maneira geral e nos fast foods.

Mas você pode mudar essa situação! Em vários alimentos existem poderosas substâncias chamadas antioxidantes que neutralizam a ação negativa desses radicais livres e, aliados a um cardápio balanceado, proporcionam mais disposição e bem-estar, além de uma pele mais bonita.

Onde podemos encontrar esses antioxidantes?

- Grãos integrais (feijões, arroz integral, gengibre, soja etc.): fontes importantes de zinco. Esse mineral atua como potente antioxidante no combate aos radicais livres, auxiliando na prevenção do envelhecimento precoce.

- Castanha do Pará: possui alto teor de selênio, que também atua como antioxidante no nosso organismo. Outras frutas oleaginosas como a amendoa, a noz e a castanha também são fontes de antioxidantes. Por apresentarem um valor calórico elevado, precisamos de cautela ao incluí-las no nosso cardápio.

- Folhas verde-escuras: contêm luteína, outro antioxidante essencial na nossa alimentação por não ser produzido pelo nosso organismo. Ela protege a pele contra os efeitos nocivos do sol e do envelhecimento precoce.

- Açaí: rico em fitoquímicos como as antocianinas e proantocianinas que são importantes antioxidantes. Ingerir de meia a uma porção por dia por ser ele bem calórico.

- Aveia: contém beta-glucanas que diminuem o desenvolvimento da inflamação cutânea, reduzindo o processo inflamatório que eleva o estresse orgânico, produzindo mais radicais livres. Consumir  uma colher de sopa de aveia por dia.

- Chá verde: riquíssimo em catequinas e polifenóis, melhora a formação de colágeno e inibe o aparecimento de células cancerígenas na pele. Ingerir de três a quatro xícaras de chá por dia, de preferência longe das refeições.

- Gergelim: rico em antioxidantes, diminui os danos causados pelos radicais livres na pele. Consumir 1 colher de sopa por dia.

- Soja: possui isoflavonas que diminuem o processo inflamatório da pele. O extrato de soja também pode aumentar a síntese de colágeno, o que pode retardar o envelhecimento cutâneo. Para garantir todos seus efeitos deve-se ingerir 25g de proteína da soja, por dia.

- Tomate, goiaba e melancia: ricos em licopeno (confere a coloração vermelha aos alimentos) possuem atividade antioxidante e auxiliam na prevenção de alguns tipos de câncer. Também diminuem o processo inflamatório. Consumir duas porções ao dia, de preferência cozidos ou processados para melhor aproveitamento do licopeno.

- Probiótico: organismos vivos, em geral lactobacilos que, administrados em quantidade adequada, promovem o equilíbrio da flora intestinal. Além de atuarem como uma barreira imunológica impedindo que bactérias patogênicas entrem na corrente sanguínea através do intestino, possuem função similar aos prebióticos.

- Prebiótico: Presentes nas fibras alimentares (consequentemente nos alimentos integrais), são ingredientes alimentares não digeríveis pelo organismo que podem beneficiar o organismo no sentido de estimular, seletivamente, o crescimento e/ou a atividade de bacterianas benéficas ao funcionamento do intestino. Quando o intestino não funciona de forma adequada (constipado; preso), absorve várias toxinas presentes no bolo fecal que deveriam ter sido eliminadas.

Compartilhe
Serviços Gratuitos
  • Ambulatório Docente-Assistencial da Bahiana - ADAB
    Tel.: (71) 3276 8200
    Av. D. João VI, 275, Brotas, Salvador, Bahia, CEP. 40.290-000
  • Centro de Estudos e Atendimento Dietoterápico - Cead
    Universidade do Estado da Bahia - UNEB
    Tel.: 71 3117-2200, Rua Silveira Martins, 2555, Cabula,Salvador,Bahia, CEP: 41.195.001
  • Consultório Dietético
    Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia
    Tel.: (71) 3283-7714 / 7700
    Av. Araújo Pinho, nº32, Canela, Salvador, Bahia
 

Redes Sociais