Publicada em 12/02/2012 às 23h00.

Como evitar infecções em praias e piscinas?

Existem doenças que se tornam mais comuns durante o verão, por isso é importante ficar atento para não transformar a temporada de descanso em um período de resguardo

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

"O contato com a água suja ou maltratada pode trazer problemas como Hepatite A, micoses cutâneas, cóleras, infecções intestinais, além de complicações mais graves".

As altas temperaturas do verão são um ótimo convite para um fim de semana na praia ou férias na piscina. Todo mundo quer se refrescar, se divertir e cair na água é, sem dúvida, uma das soluções mais agradáveis para se livrar do calor escaldante. Porém, o que muitos deixam de fora da nécessaire é a preocupação com a saúde e, por isso, acabam tornando-se vítimas fáceis de alguns tipos de infecções. O contato com a água suja ou maltratada pode trazer problemas como Hepatite A, micoses cutâneas, cóleras, infecções intestinais, além de complicações mais graves, como a meningite causada por amebas.

Durante o verão, os riscos de contagio são maiores por algumas razões, vejamos. Nessa época do ano, o número de pessoas que frequenta as praias e piscinas cresce muito, afinal, quem não quer aproveitar o sol? O problema é que uma presença maior de pessoas compartilhando o mesmo espaço implica no aumento de lixo, como copos descartáveis, sacos de salgadinhos, alimentos estragados e, até mesmo, urina e fezes. Com tanta sujeira, a água fica contaminada, cheia de bactérias, vírus, protozoários e, consequentemente, prejudica nossa saúde.


Leia também

Cuidado com os lanches na praia 

Pintou o verão. Cuidado com a alimentação!

Exposição excessiva ao sol pode causar queimaduras doloridas


Outro modo de adquirir algum tipo de infecção é através de alimentos ingeridos nesses locais. Não é o momento para a piada “o que não mata engorda”. Precisamos verificar as condições de armazenamento da comida ou da higiene do local onde vamos comprar nosso lanche. Por mais que os vendedores ambulantes possam ser bem intencionados, eles andam o dia todo na praia, sem ter onde armazenar os alimentos em temperatura adequada. Imagine aquele queijo coalho “passeando” pra lá e pra cá desde cedo e você o comprando por voltas das três horas da tarde. É óbvio que não estará bom para o consumo. 
Principais infecções

É importante não deixar a empolgação com as horas de lazer atrapalhar nosso cuidado com a saúde, por isso, enquanto você se prepara para curtir o a água do mar ou da piscina, dê uma olhada na tabela que preparamos com as principais infecções do verão e aprenda a se proteger delas:

Cuidado com a qualidade da água 

Como vimos, a maioria das infecções pode ser evitada através de medidas simples, apenas pondo em prática alguns hábitos de higiene. Porém, além desses cuidados, precisamos tomar outras precauções quando vamos a praias ou piscinas. Quem quiser tomar um banho de mar sem causar prejuízos à saúde, tem que observar se aquele lugar é adequado para o banho. Essa informação é publicada nos jornais e existem placas nos locais avisando sobre a qualidade da água. Jamais frequente uma praia em dias de chuva, pois os detritos existentes nas ruas podem contaminar a água. Sem falar no risco da leptospirose. 

Com relação às piscinas, é preciso verificar se a limpeza anda em dias. Quando limpa e bem tratada, não transmite doenças. Outra coisa importante diz respeito à educação dos frequentadores. É importante tomar uma chuveirada antes de entrar e não fazer necessidade fisiológica na água. 

As infecções não são transmitidas de pessoa pra pessoa e sim através de alimentos, água contaminada ou penetração da bactéria pela pele, no caso da leptospirose. Desta forma, os cuidados higiênicos são importantes e, caso você seja contaminado, o ideal é procurar um médico. Fique sempre atento para não transformar a temporada de descanso, praia, sol e piscina, em um período de resguardo.

Compartilhe
Serviços Gratuitos
  • Ambulatório Docente-Assistencial da Bahiana - ADAB
    Tel.: (71) 3276 8200
    Av. D. João VI, 275, Brotas, Salvador, Bahia, CEP. 40.290-000
  • Hospital Universitário Prof. Edgard Santos - HUPES
    Tel.:(71) 3283 8000 Rua Augusto Viana S/N, Canela, Salvador, Bahia, CEP. 40.110-060

 

Redes Sociais