Publicada em 21/06/2017 às 00h00.

Espirro, alergias e problemas respiratórios?

Saiba mais sobre as principais doenças de inverno e como se prevenir e manter uma boa saúde nessa estação.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

A queda de temperatura pode provocar doenças respiratórias e alergias, pois o organismo fica mais exposto nessa época do ano.

Os problemas respiratórios acontecem mais frequentemente com os idosos e crianças, devido à baixa resistência imunológica.

O tempo seco e chuvoso cria uma predisposição à tosse, coriza e dificuldade para respirar, além de causar congestões nasais, dos seios da face e dos ouvidos, criando um ambiente propício para instalação e propagação do vírus da gripe. 

Para prevenir esses problemas, a lavagem nasal com solução fisiológica pode ser feita diariamente. A solução fisiológica deixa a secreção mais fluida e também diminui a secura do nariz, além de reforçar a defesa natural dessa região.

Pessoas que possuem rinite ou predisposição a ela, sentem mais os impactos da mudança de temperatura. As doenças mais comuns no período do inverno são a rinite, resfriados, sinusites, asma, gripes, bronquites e infeções pulmonares. 

Alguns fatores externos estimulam a ocorrência de doenças respiratórias no inverno, como a baixa umidade do ar, o resfriamento do ar e ambientes fechados e com ventilação reduzida.

É necessário redobrar a atenção com o cuidado pessoal. Manter uma alimentação saudável, beber bastante água, lavar as mãos constantemente, evitar ambientes aglomerados. 

Para tratar os resfriados, o repouso é fundamental. Os descongestionantes nasais e antitérmicos também ajudam no tratamento, porém, é importante procurar orientação médica.

Compartilhe

Saiba Mais

     

    Redes Sociais