Publicada em 12/09/2011 às 15h32. Atualizada em 14/09/2011 às 01h11

Dúvidas sobre implantes dentários? Veja entrevista com o cirurgião-dentista, Dr. Fernando Bastos

Implantes dentários - saiba mais sobre procedimentos, pós-operatório, indicações e técnicas utilizadas.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Você já deve ter ouvido falar em implante dentário. É o principal substituto das antigas "dentaduras". Eles auxiliam na recuperação estética e fonética da boca, proporcionando maior bem-estar e valorizando a auto-estima do paciente. Para esclarecer o assunto, o cirurgião-dentista, Dr. Fernando Bastos Pereira Júnior (CROBA 3510), fala ao iSaúde Bahia. Confira a entrevista.

 

PERGUNTE AO DOUTOR


Uma pessoa que usou dentaduras até, por exemplo, os 65 anos, pode pensar em fazer implante ou o sacrifício é grande demais para a idade?

Pessoas que usaram dentaduras até os 65 anos ou mais podem pensar em fazer implantes, pois o sacrifício não é grande demais para a idade. Mesmo com algum sacrifício de desconforto pós-operatório, os benefícios em se ter uma prótese estável sobre os implantes e poder mastigar melhor são maiores.

A pessoa só se alimenta de líquido no pós-operatório? Quantos dias depois, é possível usar os dentes normalmente?

Normalmente, nos primeiros dois a três dias após a cirurgia de implante, a dieta deve ser líquida ou pastosa e, após esse prazo, o paciente tem condição de, gradativamente, retornar à sua dieta normal.

Como escolher um especialista ou uma empresa?

A especialidade odontológica se chama implantodontia e o profissional, implantodontista. No entanto, qualquer cirurgião-dentista legalmente tem direito a fazer qualquer procedimento odontológico, inclusive implantes. Profissionais de outras especialidades odontológicas como cirurgia buco-maxilo-facial e periodontia também fazem treinamento e cursos na área e colocam implantes. Ao escolher um profissional para fazer implante deve-se buscar aquele que tenha formação e experiência na área.

Quantas e quais são as técnicas de implantes utilizadas no mundo hoje?

As técnicas de implantes atualmente seguem os mesmos princípios básicos, com o objetivo de conseguir ancoragem óssea e estabilidade inicial do implante no osso, favorecendo a osseointegração, ou seja, a aderência do osso ao implante. O que mais varia atualmente são os tipos de implantes, pois cada empresa fabricante busca seu diferencial nos desenhos, superfícies e tamanho dos implantes e tipos de conexões para encaixar as próteses.

Quando surgiu a implantodontia?

A osseointegração foi descoberta em 1969, por acaso, na Suécia, quando o cientista e médico-ortopedista Per-Ingvar Branemark estudava a reparação óssea em tíbia de coelhos instalando um microscópio com um pequeno suporte de titânio no interior do osso do animal. Quando foi retirar o equipamento, o cientista percebeu que o titânio havia se fixado ao osso. Assim, surgiu o princípio revolucionário da osseointegração que foi utilizado inicialmente para reabilitar pacientes que não mais conseguiam usar próteses dentárias porque não havia mais suporte para elas, sendo, os pacientes, chamados de "inválidos orais". A partir daí, diversos estudos e pesquisas foram realizados para aprimoramento da técnica e dos materiais utilizados na reabilitação com implantes e próteses, que hoje já alcançou um excelente nível de resultados.

Compartilhe
Serviços Gratuitos
  • Ambulatório Docente-Assistencial da Bahiana - ADAB
    Tel.: (71) 3276 8200
    Av. D. João VI, 275, Brotas, Salvador, Bahia, CEP. 40.290-000
  • Clínica Odontológica - FTC
    Tel.:(71) 3281-8065
    Av. Luís Viana Filho, 8812, Paralela.Salvador,Bahia,CEP: 41.741-590
  • Clínica de Odontologia - UNIME
    Tel.:(71) 3616-2000
    Rua Professor Fernando Rocha, 326, Paralela,Salvador,Bahia, CEP:41.741-500
 

Redes Sociais