Publicada em 21/11/2016 às 11h11. Atualizada em 21/11/2016 às 11h15

Homeopatia: saiba mais sobre essa área da medicina que visa o bem estar do indivíduo em sua totalidade

No Dia Nacional da Homeopatia, 21 de novembro, a coordenadora da pós-graduação em homeopatia da Bahiana, Dra. Mônica Oliveira, explica mais sobre o tema

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

A homeopatia é uma especialidade médica e odontológica que contempla a totalidade e integralidade do ser humano. Considera, portanto, o momento de adoecimento como um conjunto de aspectos emocionais ligados à singularidade de cada pessoa e também ao contexto de vida de cada um e a fatores desencadeantes. Essa percepção é tão importante quanto considerar as doenças de forma isolada.

É uma área da saúde que procura sempre encontrar o sujeito e sua expressão na diferença humana como algo a ser acolhido, respeitado e compreendido. Atua por meio de estímulos energéticos desencadeados por medicamentos naturais que são preparados de acordo com a farmacotécnica aplicada à homeopatia. O objetivo é reequilibrar a energia vital dos pacientes e restaurar a saúde física.

Os princípios norteadores de sua prática clínica e de sua pesquisa são:

1- Vitalismo - É compreensão da energia vital como agregadora e organizadora da função de manutenção da vida humana.

2-  Lei dos semelhantes - O que causa sintomas em pessoas sãs é capaz de curar os mesmos sintomas em pessoas doentes.

3- Experimentação em homens sãos - Uso exclusivo de suas pesquisas em seres humanos quando da destinação de seu uso para os mesmos, diferenciando quanto ao seu uso em animais.

4- Medicamento único - Preparado em sua farmacotécnica específica de maneira diluída e dinamizada a partir dos reinos vegetal, mineral e animal, matérias-primas dos medicamentos.

Suas consultas abrangem as diversas dimensões do ser humano, a saber: o biológico, o emocional, o psicossocial, o familiar, o laboral e o cultural. Há uma busca pelo resgate do lugar de saúde como um processo de autoconhecimento de sua singularidade e, muitas vezes, de aceitação dos processos de doenças crônicas que a longevidade tem nos trazido.

Assim, buscando sempre compreender todos os aspectos do modo de adoecimento individualizante, não é indicada para males ou doenças específicas, e sim para as pessoas em sua totalidade sintomática.

No mês de novembro comemoramos a chegada da homeopatia ao Brasil, com a vinda do médico francês de Lyon, Benoit Mure, em 1840. Mure foi um grande incentivador da difusão dessa especialidade médica e odontológica em nosso país.

O movimento NOVEMBRO VERDE, idealizado em 2014, simboliza a articulação de um grupo de homeopatas de Salvador com o objetivo de, durante este mês, promovermos atividades esclarecedoras e fortalecedoras da divulgação correta e justa dessa racionalidade médica-odontológica tão rica.

A Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, sintonizada com o fortalecimento das Práticas Integrativas (PICs), apoiou seus discentes na formação da Liga Homeopática da Bahia (LAHOB), com atuação expressiva em Salvador, na produção de artigos, participação em congressos e pesquisas dentro da homeopatia. No âmbito da pós-graduação, já formamos a primeira turma  Latu Senso e, no momento ,encontra-se em curso a segunda turma.

Compartilhe

Saiba Mais

     

    Redes Sociais