Publicada em 25/10/2018 às 00h00. Atualizada em 25/10/2018 às 17h11

Como os florais ajudam a equilibrar as nossas emoções?

Escolha o seu e entenda como os Florais de Bach podem ajudar a combater problemas emocionais

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Quando estamos em desequilíbrio emocional e mental, por uma série de motivos, nosso corpo físico também adoece. O ser humano tem que ser visto com um todo e, no caso das doenças, não só os sintomas devem ser tratados, mas o emocional e mental também devem ser levados em consideração, considerando a personalidade de cada indivíduo. 

Dr. Edward Bach (1886-1936), idealizador dos Florais de Bach, foi um médico à frente do seu tempo. Deixou a medicina ortodoxa para desenvolver uma medicina natural, para tratar a saúde emocional e espiritual, em sintonia com as tendências de cura natural. Quando criança, era intuitivo e independente e, aos 16 anos, foi trabalhar na fábrica de fundição do pai para pagar seus estudos médicos. Teve uma carreira médica precoce e bem sucedida. 

Dr. Bach tinha consciência de que a personalidade e as atitudes das pessoas tinham efeito sobre seu estado de saúde. Concluiu que, em se tratando de doenças, a personalidade é mais importante que os sintomas e deve ser levada em conta no tratamento médico. Ele era insatisfeito com a medicina convencional, que se focava em curar sintomas. Com uma saúde frágil, atendia gratuitamente os pobres em seu consultório.

"Dr. Bach tinha consciência de que a personalidade e as atitudes das pessoas tinham efeito sobre seu estado de saúde". 

Conheceu a obra de Hahnemann, fundador da homeopatia, que levava em consideração a importância da personalidade nos casos de doenças. Observando as pessoas, começou a classificá-las em grupos aos quais, cada um reagiria às doenças de uma forma particular. Começou com duas plantas, mimulus e impatiens, que foi administrado em pacientes de acordo com a personalidade, tendo resultados satisfatórios imediatos. Fechou seu consultório e recolheu-se para se dedicar a um estudo novo, desenvolvendo a técnica de preparo das matrizes Florais de Bach, utilizando a planta, água pura e sol. Foi em busca de novas plantas, estudando minuciosamente cada uma delas, para poderem ser utilizadas em cada tipo de personalidade e situação diferente. Assim surgiram os 38 florais de Bach.

O idealizador dos florais também desenvolveu o Rescue Remedy que é uma combinação de emergência que utiliza cinco essências florais: Impatiens, Star of Bethlehem, Cherry Plum, Rock Rose e Clematis, utilizado em situações de emergência, como: notícias ruins, pânico, aborrecimentos, mortes ou casos que fogem ao nosso controle emocional.


Entre os vários livros de sua autoria escreveu “Cura-te a ti mesmo”, com a mensagem de que a doença física resulta de a pessoa estar em conflito com seu propósito espiritual. Treinou assistentes para darem continuidade aos seus trabalhos. Quando desenvolveu os 38 Florais de Bach juntamente com o Rescue teve a certeza de que eles cobriam todos os aspectos da natureza humana e os estados mentais negativos que acompanham as enfermidades. Faleceu em novembro de 1936, dormindo, feliz com a missão cumprida.

Dr. Bach foi o introdutor dos 38 Florais que receberam seu nome, Florais de Bach. Após sua morte, outras pessoas seguiram seus estudos, e os florais sofreram varias ramificações. Hoje podemos encontrar os Florais Californianos, Florais Australianos, Florais de Saint Germain, Florais de Deserto, Florais dos Animais entre outros que continuam sendo desenvolvidos.

Bibliografia consultada: O trabalho do Dr. Edward Bach, introdução e guia para os 38 Florais de Bach.

Compartilhe
 

Redes Sociais