Publicada em 21/11/2018 às 11h16. Atualizada em 22/11/2018 às 16h12

Para que servem os exames de urina e fezes? E quando fazer?

Saiba mais sobre a utilidade dos exames parasitológicos.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Quem nunca passou por uma consulta médica e foi solicitado exames de fezes e urina? Os conhecidos exames parasitológicos são fundamentais para o diagnóstico de algumas doenças. Para saber mais sobre o assunto, o iSaúde Brasil conversou com o professor Sidney Santana e estudantes do Programa de Educação Tutorial (PET) da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Lara Aquino Grillo de Brito, Fernando Lucas Soares Guerreiro e Thaílla Souza da Silva. 

iSaúde Brasil - Para que servem os exames de urina e fezes? E quando fazer?

PET Biomedicina Bahiana - Os exames de fezes são essenciais para a investigação e diagnóstico das chamadas parasitoses. Essa técnica é muito realizada quando há suspeita de infecções por protozoários, como, por exemplo, o Giardia lamblia, causador da famosa giardíase, e por helmintos, como, por exemplo, o Ascaris lumbricoides, a famosa lombriga. Já o exame de urina é essencial para avaliar diversos aspectos da saúde, como: a função dos rins, do fígado entre outros aspectos. Recomenda-se que esse exame seja realizado juntamente com os outros exames de rotina.

iSaúde Brasil - Quais cuidados a pessoa que irá submeter o seu material (fezes) ao laboratório precisa ter no ato da coleta?

PET Biomedicina Bahiana - Para a coleta do material, a primeira recomendação é que o coletor seja apropriado (estéril), os próprios laboratórios disponibilizam esse material específico, além de serem vendidos em farmácias. A outra recomendação é que as fezes devem ser coletadas e depositadas diretamente no pote, o contato com outras superfícies como vaso sanitário e jornais podem interferir no diagnóstico.

iSaúde Brasil - Após coletadas as fezes, elas devem ser entregues no laboratório em quanto tempo? Podem ser guardadas de um dia para o outro? Como devem ser conservadas (na geladeira)?

PET Biomedicina Bahiana - O ideal é que as fezes sejam coletadas e levadas no mesmo dia para o laboratório, entretanto, ela pode ser coletada no dia anterior ao exame, podendo ser conservada na geladeira de um dia para o outro, apenas.

iSaúde Brasil - Por que pessoas que vão fazer esse exame não devem usar laxantes?

PET Biomedicina Bahiana - O uso de laxante dificulta o diagnóstico de possíveis parasitoses. Isso ocorre, pois, quando as fezes são liberadas em excesso (principalmente de forma não natural), junto com elas são eliminados os patógenos a serem identificados, o que impede a realização do exame parasitológico.

iSaúde Brasil - O que é Método de Baermann? Quais os métodos quantitativos e qualitativos? Por que a amostra deve ser entregue logo?

PET Biomedicina Bahiana - O Método de Baermann-Moraes consiste em uma análise parasitológica de fezes. É um processo feito com base na detecção de larvas vivas, através de hidrotropismo e termotropismo, que são respectivamente, a atração das larvas pela água e por temperaturas mais altas. Usualmente, é utilizado para detectar, principalmente, larvas de Strongyloides stercoralis, podendo observar larvas de ancilostomídeos.

Sedimentação espontânea, Baermann-Moraes, método de Willis, Faust entre outros são considerados métodos qualitativos. Kato-Katz é um dos mais usados métodos quantitativos.

A amostra deve ser entregue mais breve possível, pois o método Baermann-Moraes detecta as larvas vivas e estas possuem um tempo de vida limitado quando fora do hospedeiro. 

iSaúde Brasil - No caso da coleta da urina, por que deve ser a primeira do dia? O que é "primeiro jato"? Por que ele deve ser desconsiderado?

PET Biomedicina Bahiana - A coleta deve ser feita com a primeira urina do dia, pois essa amostra estará mais concentrada, o que garante que sejam detectadas as substâncias presentes e em forma não diluída. O primeiro jato, como o próprio nome já diz, é o primeiro jato de urina a ser liberado pelo trato genital. E esse deve ser desconsiderado por carregar células, secreção e bactérias que podem estar presentes na uretra. Quando se deseja pesquisar uma possível infecção urinária, é importante que o material examinado represente o que está na bexiga e não seja contaminado pela uretra, sendo o primeiro jato utilizado então para a ‘‘lavagem desse canal’’. Entretanto, exames para identificação de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) podem ser realizados com o primeiro jato da urina. 

iSaúde Brasil - Quais são as principais doenças que podem ser diagnosticadas por meio dos exames de fezes e de urina? 

PET Biomedicina Bahiana - O exame de fezes serve para pesquisar parasitas e protozoários, sendo útil também para identificar vermes intestinais. E o exame de urina pode ser útil no diagnóstico de doenças, como diabetes, disfunções renais e problemas hepáticos, podendo ser feita a identificação de bactérias indicativas de infecção urinária ou do trato genital. 

Compartilhe

Saiba Mais

     

    Redes Sociais