Publicada em 18/12/2018 às 00h00. Atualizada em 18/12/2018 às 14h15

Quer uma ceia mais light?

Confira algumas dicas de cardápio para ceias de fim de ano!

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Entrada: Salada de Folhas (alface americana, rúcula e agrião) com molho de abacaxi (calda doce do abacaxi com pedaços da fruta) e tomate cereja; salada de rúcula, tomate seco e mussarela de búfala; salada de repolho roxo e verde com gergelim e manga. 

Dica: Utilize gergelim, quinoa ou linhaça nas saladas, pois são ingredientes funcionais que auxiliarão no metabolismo do organismo em diversos aspectos. Incremente sua salada com nozes, castanha de caju ou castanha do Pará trituradas, bem como amêndoas em lascas e, se preferir, para decorar utilize as passas, frutas cristalizadas, ameixas e pêssego em calda. 

Pratos principais e acompanhamentos: os tradicionais peru, “chester”, “tender”, lombo, ou mesmo frango devem ser preparados assados, evitando molhos muito gordurosos. Os seus acompanhamentos podem ser integrais (ex: arroz integral) com maior valor nutricional.

Dica: Explorar nos acompanhamentos como arroz opções mais saudáveis como um arroz temperado com brócolis, cenoura, colorido, com uvas-passas, espinafre e  outras opções pouco calóricas. Caso prepare farofas para acompanhar os pratos protéicos, utilizar pouca gordura para preparo e maneire nas quantidades ingeridas; procure como adicionais utilizar até frutas ou grãos. Como leguminosa podem-se utilizar grão de bico em saladas, feijão verde cozido, bem como lentilhas cozidas e temperadas, pois são fonte protéica saudável e diversificam o cardápio cotidiano.

Sobremesas: Doces de fruta natural; mousses de fruta (preparados inclusive com iogurtes); sorvetes de frutas; saladas de frutas com farinha de castanhas; e gelatinas.

Dica: Nas ceias de fim de ano existem inúmeras oportunidades de ingerir sobremesas excessivamente calóricas, contudo alternativas como os doces de frutas naturais, aproveitando as frutas da época (manga, uva, frutas regionais como umbu e seriguela, caju, ameixa). Iogurte natural, açúcar mascavo ou açúcar orgânico para doces e compotas; caldas doces e mosaicos de gelatina são uma boa opção. 

Lembrando que o ser humano não come “nutrientes” propriamente ditos, o indivíduo alimenta-se de comida. É através dela que são absorvidos e metabolizados no organismo os nutrientes. Portanto, mais do que dietas restritas ou privações, principalmente nessa época de fim de ano e início do verão, o importante é praticar a questão da reeducação alimentar, inserindo estes e novos hábitos saudáveis, sempre com orientação de profissionais competentes, especialmente em relação à alimentação.

Compartilhe
Serviços Gratuitos
  • Ambulatório Docente-Assistencial da Bahiana - ADAB
    Tel.: (71) 3276 8200
    Av. D. João VI, 275, Brotas, Salvador, Bahia, CEP. 40.290-000
  • Consultório Dietético
    Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia
    Tel.: (71) 3283-7714 / 7700
    Av. Araújo Pinho, nº32, Canela, Salvador, Bahia
  • Consultório de Nutrição e Saúde da FTC
    Te.:(71) 3281-8110
    Av. Luís Viana Filho, 8812, Paralela,Salvador, Ba, CEP: 41.741-590
 

Redes Sociais