Publicada em 02/04/2019 às 10h15. Atualizada em 02/04/2019 às 16h17

Cirurgia ortognática para traumas decorrentes de acidentes

O pronto atendimento é fundamental para o tratamento do trauma.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Não é só no carnaval que as pessoas estão sujeitas a lesões na face. Todos os dias, infelizmente, estamos suscetíveis a acidentes que podem nos levar a um trauma grave na face, desde uma simples queda a um acidente automobilístico. O cirurgião bucomaxilofacial, Dr. Eduardo Andrade explica que “em casos de trauma de face, a resolução deve ser o mais rápido possível, pois após fraturado, o corpo tentará restabelecer a saúde o mais rápido possível. ” Confira a entrevista.

iSaúde Brasil – Quando a cirurgia ortognática é recomendada como tratamento de traumas na face?

Dr. Eduardo Andrade – Embora o nome utilizado não seja cirurgia ortognática para pacientes vítimas de trauma na face, algumas das fraturas geradas pelos traumas e que estejam consolidadas em posições desfavoráveis são resolvidas através de procedimento que é semelhante à cirurgia ortognática.

iSaúde Brasil – Há um tempo de espera limite para evitar complicações até que a cirurgia seja realizada?

Dr. Eduardo Andrade – Em casos de trauma de face, deve-se chegar à resolução o mais rápido possível, pois, após fraturado, o corpo tentará restabelecer a saúde imediatamente.

iSaúde Brasil – No carnaval, há uma incidência maior de traumas decorrentes de acidentes. Quais medidas emergenciais podem ser adotadas nesses casos?

Dr. Eduardo Andrade – A prevenção é a melhor aliada da população. Em casos de traumas, o encaminhamento do paciente ao posto mais próximo para uma avaliação por especialistas é a melhor opção.

iSaúde Brasil – Quais são os principais tipos de fratura na face?

Dr. Eduardo Andrade – Como a face está em maior evidência no corpo, como a “maçã do rosto”, o nariz e a mandíbula, contendo áreas de maiores projeções, tem os ossos mais afetados nos traumatismos.

iSaúde Brasil – Se não for tratado adequadamente, um trauma maxilofacial pode desencadear quais problemas?

Dr. Eduardo Andrade – Além de deformidades na face, os traumas podem alterar a função do sistema estomatognático, podendo haver alterações na mastigação, na respiração e fonação.

iSaúde Brasil – Como é o pós-operatório? Quais cuidados se deve ter?

Dr. Eduardo Andrade – Em casos de traumas envolvendo a face, um dos principais cuidados que se deve ter é evitar novos traumas na região, pois o risco de nova fratura é alto durante o período pós-operatório. 

Compartilhe

Saiba Mais

     

    Redes Sociais