Publicada em 04/09/2013 às 10h18. Atualizada em 06/09/2016 às 11h06

Sabia que a hipnose pode ajudar no tratamento de dores?

Também usada no tratamento do estresse e da depressão, a hipnose vem firmando-se como um importante instrumento no tratamento de diferentes diagnósticos.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

iSaúde Bahia - O que é hipnose e como funciona?

Olimar Tesser  - Hipnose é um estado natural de consciência, diferente do estado de vigília, semelhante ao sono, é um estado temporário de atenção modificada, é simplesmente um método de comunicação que induz um transe ou um estado semelhante a um transe. Na verdade, não é nada que alguém nunca tenha experimentado. Todos nós entramos e saímos de um transe muitas vezes por dia sem nos darmos conta disso.

Quando uma pessoa está totalmente relaxada começa o transe hipnótico, que desencadeia importantes reações cerebrais. A cada sessão, um objetivo é definido e o objetivo da sessão anterior é reavaliado, permitindo que seja possível acompanhar a evolução de cada item progressivamente. A cada encontro, o cliente também aprende técnicas hipnóticas para ganhar controle da própria vida e desenvolve naturalmente um novo senso de liberdade e de bem-estar.

"...a hipnose é hoje reconhecida como importante ferramenta para tratar dores e vencer medos, podendo ser usada para aplacar o sofrimento de pacientes com câncer terminal, diminuir o temor dos tratamentos dentários ou enfrentar fobias e depressão".

iSB - A hipnose pode ser considerada um tratamento? Se sim, para qual tipo de problema ela é indicada?

Olimar Tesser  - Sim, a hipnose é hoje reconhecida como importante ferramenta para tratar dores e vencer medos, podendo ser usada para aplacar o sofrimento de pacientes com câncer terminal, diminuir o temor dos tratamentos dentários ou enfrentar fobias e depressão. O estado hipnótico é uma condição mental em que o cérebro apresenta alta atividade psíquica. É uma arma terapêutica poderosa.

Pode ser utilizada na área da saúde e traz muitos benefícios quando utilizado nas cirurgias, sendo excelente em anestesia e analgesia. Também é indicada para tratamentos de ansiedade, depressão, síndrome do pânico, tabagismo, obesidade, alcoolismo, drogas, insônia, gaguez, processos de aprendizagem, memória, compreensão e concentração nos estudos, mudança de hábitos, mudança de comportamentos, entre outros. Serve ainda como técnica de fortalecimento do ego, aumento da autoestima e técnica motivacional ou mesmo para o treino e melhoramento de resultados de atletas.

iSB - De que forma a hipnose auxilia pacientes com depressão e vítimas de estresse?

Olimar Tesser  - A depressão vem basicamente de como o ser humano pensa sobre si mesmo e sobre o mundo. Com a hipnose, é possível transformar a forma de pensar, que é negativista para uma nova estrutura de pensamento, em que o paciente possa perceber que existem outras possibilidades de viver, voltando a ter prazer no que faz e vendo perspectivas futuras.



iSB - Ela precisa ser utilizada em conjunto com algum medicamento ou terapia ou o paciente pode se submeter apenas a sessões de hipnose?

Olimar Tesser  - Depende de cada caso, cada diagnóstico.

iSB - A hipnose pode ser utilizada para o desenvolvimento de algumas capacidades como memória e concentração?

Olimar Tesser  - A hipnose pode ajudar na preparação psicológica e emocional de quem fica tenso, nervoso, excessivamente preocupado e tem “brancos de memória" por ocasião de provas, testes e concursos públicos.

iSB - Todas as pessoas podem ser hipnotizadas?

Olimar Tesser  - Qualquer pessoa pode se submeter a um trabalho de hipnoterapia, as restrições seriam para pacientes em surto psicótico. Os pacientes alcoolizados e drogados talvez tivessem uma dificuldade maior, na medida em que não conseguem focalizar sua atenção, e paciente com certas excepcionalidades, principalmente com lesões cerebrais.

iSB - Como é vista a hipnose entre os profissionais da área de saúde mental?

Olimar Tesser  - A hipnose clínica cada vez mais vem firmando-se como um importante instrumento no tratamento de diferentes diagnósticos. Muitas estão sendo as pesquisas que vêm confirmando sua eficácia e eficiência, nos mais diversos tipos de tratamento terapêutico. Diferentes foram os pensadores que, através do tempo, buscaram respostas para as dificuldades humanas pela hipnose. Alguns enfatizando seus mistérios, outros mostrando sua simplicidade.

iSB - O que é necessário para ser um terapeuta de hipnose?

Olimar Tesser  - Fazer um bom curso com profissional sério, ter uma sensibilidade apurada no trato de pessoas e filiar-se a um sindicato.  

Palavras Chave:

Compartilhe

Saiba Mais

    O que é hipnose?

    Hipnose é um estado natural de consciência, diferente do estado de vigília, semelhante ao sono, é um estado temporário de atenção modificada, é simplesmente um método de comunicação que induz um transe ou um estado semelhante a um transe. Na verdade, não é nada que alguém nunca tenha experimentado. Todos nós entramos e saímos de um transe muitas vezes por dia sem nos darmos conta disso.

     

    Redes Sociais